7.11.08

cesta orgânica

Já tem um tempo que tenho me incomodado em comprar vegetais no supermercado. Eu vou muitas vezes no supermercado. Compro sempre o que vou usar na semana. Daí fica aquela coisa de 1 tomate, 1 batata, 1 cenoura, 1 cebola e mais saquinho plástico do que vegetais.
Tenho ganas de levar só o vegetal pro caixa, mas da única vez que fiz, rolou aquele constrangimento da pessoa do caixa pegar na cebola... enfins, eles não entendem eu não querer colocar as coisas na sacolinha, e ir logo metendo tudo dentro da mochila. "Mas você não quer colocar nem o peixe na sacolinha?", "Moça, já tem dois saquinhos plásticos embalando o peixe, não precisa de mais um". Daí rola aquela cara de nojinho e pronto.
Enfins... isso e as conversas com uma amiga sobre os agrotóxicos... que numa família de fazendeiros eles elegem um só, que vai aplicar os agrotóxicos na plantação e, consequentemente, ter uma vida mais curta...
E a gente come o vegetal! E além de ingerir o tóxico, compactua com essa coisa triste toda.
Daí que eu comecei a pensar em maneiras de minimizar um pouco isso... e me alimentar melhor e sem tanta culpa.


Minha primeira tentativa foi a cesta vegetal. O sistema é simples: eles te mandam uma tabela (excel) com o que eles têm disponível (coisa pra chuchu!), você vai incluindo a quantidade de cada item e o valor já é somado automaticamente. A taxa de entrega é de 5, 20. Existe também a opção da cesta orgânica que é um "pacote fechado" (e grande, pra família) com vários itens e custa 32,00.

Fiz meu pedido. Eles entregaram na terça.

Vantagens:
Produtos orgânicos (não vamos matar ninguém e nem ingerir agrotóxico) de qualidade (nunca vi um manjericão tão lindo) por um preço inferior ao orgânico do supermercado.

Desvantagens:
Vem em sacos plásticos e em alguns itens vem no isopor (!). Alguém precisa ficar plantado em casa, pois eles não tem horário marcado pra entrega.

Recomendações:
Confira no momento da chegada. Veio faltando um item e só me dei conta no dia seguinte, quando fui preparar o almoço.

Eu poderia discorrer longamente sobre minha memória afetiva quanto a felicidade de descascar laranjas (fazia anos que não consumia laranja assim, descascada completamente, de preferência sem "quebrar a casca" e cortada em metades), de tirar a palha e os cabelinhos do milho verde (que por ser recém colhido, nem precisa de panela de pressão!), e de cozinhar e almoçar mais em casa... que essa coisa de comer fora todo dia já estava me entristecendo.

Recomendo a cesta. Mas minha próxima tentativa será alguma feira orgânica, pra tentar dar fim nos saquinhos plásticos da minha vida. Depois eu conto como foi.

5 comentários:

Fê Piteka disse...

Querida, eu vou quase todo sábado de manhã na feira orgânica que tem no parque da água branca!

É muito bom... e se vc não quer saquinho, eles adoram... são os próprios produtores vendendo...

Além do que.. ás vezes tem troca de receitas... papos legais... café da manhã gostoso!

Eu adooooro!

GOM disse...

eu gostei de almoçar orgânico.

tita disse...

minhas compras como ovo-lacto vegetariana são basicamente legumes, verduras, frutas no varejão de legumes, além de mais barato, tem o lance de ver as coisas lá, escolher e sempre são mais bonitos os vegetais. orgânicos eu costumo comprar as folhas, porque o preço ainda é imbecil demais. não existe esse sistema aqui. mas eu prefiro ir onde a coisa está. gosto de escolher eu mesma.

tenho novidades.

atuações levianas disse...

olá, quanto tempo.
gostaria de te convidar para ir no sábado lá...eu sei que a caverna é muito acolhedora, mas é muito importante que o gom vá feliz...

bj
fzfs

Luana Cavalcanti disse...

amoréca, cadê tu?