8.4.08

um dia uma vizinha viu meu irmão bebê e pediu se podia brincar com ele e levá-lo para passear. quando ele voltou, tinha nas mãos muitos sequilhos de nata. como o danadinho tinha gostado do doce, a vizinha entregou junto com o bebê a receita. durante muitos anos vi minha mãe guardar nata. ela fervia o leite, retirava com cuidado a nata de cima, colocava num pote e guardava no congelador. fazia isso por semanas, lembro até de um "contra-bandos" de nata da avó, que também juntava diariamente. o leite era bem mais gordo na minha infância, hoje em dia, só desnatado. minha mãe fazia desses sequilhos. está na minha memória afetiva a paciência dela apertando com o garfo cada uma das bolinhas fazendo um # no meio. quando soube que no supermercado novo tinha nata para comprar, logo lembrei desses biscoitinhos. munida de um pote de natas, hoje liguei para ela. peguei a receita com a mãe, que aproveitou pra contar de onde surgiu essa receita que repetiu durante anos.

# 350g de nata (um pote)

# 1 medida (o pote da nata) de açúcar

# 1 ovo

# 1 colher (chá) de fermento em pó

# maizena até dar ponto de enrolar (calcule por volta de 500g)

cuidado para não assar muito.

7 comentários:

hamilton disse...

A nata também marcou minha infância pois sempre tinha uma no leite que eu tomava. E eu odiava isso...

me esqueçam disse...

eu sempre tive pavor de nata no leite. meu lugar na mesa tinha sempre além da xícara e talheres,uma peneirinha. não gosto de bolo melequento com nata e chantily. acho que por causa dessa viadagem com nata eu uso creme de leite de soja.

Karin disse...

Deve ser por minha infância que odeio leite desnatado. Essa foto me deu ainda mais fome. Amo comer! =D

Luana Cavalcanti disse...

vixe como é facim! rs...

pixelgrafia disse...

Vou anotar!!

Karin disse...

Adivinhem o que comi ontem? ^^

matrioscas disse...

gosto de infância....