19.3.08

uma amiga foi agredida hoje. apesar de sermos bons em tirar partido das situações bizarras que nos ocorrem no dia a dia, dessa vez eu preferi não brincar com isso. além de cuidarmos de nossa própria sanidade, percebo como a cada dia estamos mais expostos à loucura alheia. é o cara que dá meia volta na castelo e bate em todo mundo, ou a mãe violenta que foi buscar o filho hoje aos gritos. gente surtando. tenho pena de não ter chegado antes no trabalho. reconheço um doente facilmente, teria chamado a segurança no primeiro momento. ela não. tentou conter uma bipolar e levou uns socos. doeu. doeu ver como estamos expostos.

8 comentários:

Tati disse...

Tudo bem que a linha entre loucura e sanidade é beeem fina. Mas ando com medo da facilidade com que as pessoas pulam de um lado pro outro!
Beijos, Wicca!

Marta Mourão disse...

Que situação...

hamilton disse...

É, tenho medo de estranhos...

me esqueçam disse...

eu tenho medo do ser humano

autor desconhecido disse...

uau!
que triste mesmo!
um prof. meu dizia isso: "nao tentem entender pq as pessoas são assim. elas são assim e pronto".


:S

Anónimo disse...

Nossa que insano,assisti um filme ontem que se encaixa no contexto.

O CORTE, de Costa-Gavras.

Vítima da onda de terceirização nas empresas, homem que ocupava um cargo executivo perde o emprego. Dois anos depois, ainda desempregado, ele encontra uma solução: literalmente eliminar a concorrência.


http://www.cineweb.com.br/index_filme.php?id_filme=1772

beijinhos
Flávia
(fotopoesia)

Karin disse...

Estamos surtados também, é tudo culpa nossa.

bossa nova disse...

como você soube que era um bipolar?