28.2.08

estava andando numa avenida e percebi que alguém vinha atrás de mim. diminui o passo, mas ele não "ultrapassou". estranhei. olhei pra trás e vi. minha expressão deve ter falado tudo: medo. ele rapidamente disse: não se assuste. olhei pra frente e continuei andando devagar. ele passou. falei: desculpe, mas já foi. ele: doeu meu coração. eu: mas é que é muito...
ele seguiu mais rápido. fiquei andando lentamente, mais atrás.
e pensando se não era mesmo essa a reação esperada por alguém que tem todo o rosto tatuado...

6 comentários:

me esqueçam disse...

nossa que sensível ele....pois é não tem como reagir de outra forma. Acho que foi mais de espanto que de medo...

bossa nova disse...

gostei da cena. da história. e pensei em deixar um comentário mas já fizeram o mais adequado: que cara sensível

hamilton disse...

Pois é, o tatuado já deve estar bem acostumado com esse tipo de reação. bjs

paolita disse...

Saudades tantas de você.
Escreve mais no seu blog, vai.

lilith disse...

Interessante este seu blog. Estarei visitando o novo em breve.

Karin disse...

rs, não pensei que fosse esse o desfecho, quase me engasguei com o café.