25.1.08

# sonhei que apertava o 3o. andar no elevador e batia a cabeça no teto. ele subia subia subia, depois descia em gravidade zero. aquela sensação de queda que nunca alcança o chão.

# o ano tem 51 finais de semana, dizia a propaganda... o meu tem menos da metade. e não vamos nem falar em feriados...

# uma colega fez anos... disse que até os 30 é batalha, depois é hora de materializar conquistas.

# eu espero meus pés me convidarem para a caminhada... e o convite vira quase uma imposição.

# uma amiga disse que demorou muito pra aprender a viver e que agora não pode se dar ao luxo de protelar.

# a preocupação me acordou bem mais cedo hoje.

# "o tempo que a gente perde pela vida a correr/ o tempo que a gente sonha que é chegar e vencer/ o tempo faz de nós um copo pra beber em paz/ um tempo é um momento para nunca mais/ o tempo mesmo agora fez a terra girar/ o tempo sem demora trás as ondas do mar/ o tempo que se inventa quando nunca se é capaz/ o tempo é um carro novo sem marcha atrás/ voei pra te dizer/ sonhei pra te esquecer/ eu sei não vais parar pra eu crescer/ eu sei esperei demais" donna maria

2 comentários:

bossa nova disse...

ai esses papos de idade...

lua disse...

teu blog é meu livro de receitas ;)

rs